Go to Top

Estudantes da UECE criam sistema que detecta focos de incêndio em áreas preservadas

O protótipo encontra-se em fase de testes, alimentado por uma bateria de 12 volts e por uma placa solar fotovoltaica

Estudantes da UECE e IFCE desenvolveram protótipo de um sistema inteligente para detecção de focos de incêndio, invasões a áreas preservadas e levantamento de espécies de animais locais. Amanda Riziane, do curso de Ciências Biológicas da Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos (Fafidam), unidade da Uece em Limoeiro do Norte, juntamente com os estudantes de Mecatrônica, Fábio da Costa, e de Eletrotécnica, Paulo José, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) são os responsáveis.

De acordo com a aluna da Uece, a ideia surgiu a partir da preocupante situação de queimadas no Brasil:

“A gente começou antes de analisar a fundo a problemática, resolvemos fazer por estarmos comovidos diante de toda a situação das queimadas na Amazônia, os muitos animais mortos, etc. O senso de empatia gritou e como Fábio faz mecatrônica e Paulo é integrado em eletrotécnica resolvemos unir forças”.

O projeto teve início no último mês de julho e recebeu o nome EVA (Estação de Valorização Ambiental). O protótipo encontra-se em fase de testes, alimentado por uma bateria de 12 volts e por uma placa solar fotovoltaica. O equipamento tem capacidade de enviar dados, como a temperatura do ambiente, e fotografias em tempo real.

Com a estrutura interna agora precisando apenas de ajustes, os próximos passos serão a proteção externa e os testes em áreas de mata. Segundo Amanda, o projeto deve ser submetido em seleção para bolsa de Iniciação Científica da Uece.

Foto: Divulgação

Fonte: Focus.jor

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful