Go to Top
  • Nenhum produto no carrinho.

Confira a pesquisa da Instructure, sobre o uso de tecnologias de ensino online

Cerca de 75% dos professores de ensino superior incluindo mestrado, graduação e ensino técnico, já utilizam alguma tecnologia online para o exercício da prática pedagógica, e a maioria também considera seu uso positivo. Porém, os professores dizem também que têm pouca ou nenhuma influência sobre a escolha das tecnologias utilizadas pela instituição. Estas são algumas das conclusões de uma pesquisa qualitativa realizada com 46 professores de todo o país, entrevistados pessoalmente ou por telefone entre março e abril de 2018 pela Instructure, empresa de tecnologia de software como serviço (SaaS) que desenvolve soluções educacionais.

Quando perguntados como avaliam o uso de tecnologia online para a automatização da prática pedagógica, 30% consideram ótimo e 41% bom, o que sugere uma visão otimista quanto à adesão a estas ferramentas. Entre os relatos dos professores sobre seu uso, eles afirmam que a tecnologia torna as aulas mais interativas e aumentam a participação dos alunos; facilitam a comunicação e o compartilhamento de conteúdo e dão suporte à aula presencial. No entanto, quando perguntados sobre o nível de influência sobre as decisões acerca das tecnologias utilizadas pela instituição de ensino em que atuam, aproximadamente 2/3 (73,9%) dizem que têm pouca ou nenhuma influência nestas decisões – 45,6% afirmam não ter nenhuma influência, enquanto 19,6% têm muito pouca influência e 8,7% pouca influência. Apenas 26% disseram ter muita ou alguma influência nesta decisão.

Dos entrevistados, apenas 16% afirmaram não utilizar nenhuma ferramenta de ensino online, sendo que neste segmento todos têm 36 anos ou mais, o que indica que os professores mais novos, entre 20 e 35 anos, são mais inclinados ao uso dos recursos online. Apesar de utilizarem as ferramentas oferecidas pela universidade, 70% dos professores afirmaram utilizar outras plataformas não oficiais no exercício da prática pedagógica, como Whatsapp (42%), Facebook (19%) e outras (38%), o que sugere que as tecnologias ofertadas pelas instituições não atendem todas suas necessidades.

Além disso, alguns professores relataram encontrar dificuldades na utilização de ferramentas online para algumas disciplinas e que têm que usar mais de uma plataforma para atender suas necessidades. Também afirmaram que os alunos não interagem em algumas plataformas, principalmente as específicas das instituições, e sugeriram a implementação de uma ferramenta unificada para facilitar o processo de ensino e aprendizagem.

Fonte: Instructure

Comunicação CRUB
(61) 3349-9010

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful