Go to Top
  • Nenhum produto no carrinho.

Reitor da USF recebe medalha da Ordem do Mérito Educativo

O ministro da Educação, Mendonça Filho, foi o chanceler da entrega das medalhas da Ordem Nacional do Mérito Educativo, na última quarta-feira, (07), ao lado do presidente da República, Michel Temer, Grão-Mestre da Ordem. O Reitor da Universidade São Francisco (USF), Gilberto Garcia, foi um dos condecorados.

A honraria existe desde 1955 e tem por finalidade agraciar personalidades, nacionais ou estrangeiras, que tenham contribuído de maneira excepcional para o desenvolvimento da educação. A cerimônia ocorreu no Palácio do Planalto.

O Reitor da USF tem toda uma trajetória na educação brasileira, foi reitor da USF de 2002 a 2010. Foi presidente da Associação Brasileira de Universidades Comunitárias ABRUC e presidente do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras CRUB. Foi presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE), onde atualmente é membro conselheiro da Câmara de Educação Superior, da qual também foi presidente. Exerceu igualmente funções de reitor em instituições de ensino como a FAE Centro Universitário, no Paraná, e a Universidade Católica de Brasília (UCB), no Distrito Federal.

Ao dirigir as palavras aos agraciados, o presidente falou da importância da honraria e de seu significado. “Minhas primeiras palavras são de reconhecimento para quem se dedica à formação dos nossos jovens”, disse Temer. “Não haverá honra maior de ser agraciado, como diz o Decreto da Ordem do Mérito Educativo, com serviços excepcionais prestados à educação brasileira. Investir em nossos jovens é criar um futuro de mais prosperidade, dignidade e cidadania. E a crença na possibilidade desse futuro é o que nos move em tudo o que fazemos.”

Mendonça Filho destacou a pluralidade do evento como fator positivo. “A pluralidade das pessoas envolvidas simboliza claramente o significado de educar”, afirmou. “Educar é abrir oportunidade e horizontes e fazer com que crianças e jovens tenham assegurado um futuro digno.” O ministro da Educação lembrou, ainda, professores que vivenciaram tragédias na creche Gente Inocente, em Minas Gerais, e no Colégio Goyases, em Goiás. “Cumprimento os agraciados e homenageados, especialmente professores que vivenciaram tragédias que marcaram a vida do país.”

Ao todo foram entregues 110 insígnias. As medalhas possuem cinco graus: grã-cruz, grande oficial, comendador, oficial e cavaleiro. A Ordem compreende um quadro efetivo e outro especial, sendo o primeiro destinado às personalidades nacionais e o segundo às estrangeiras. Todas são feitas por decreto do presidente da República, mediante proposta do ministro da Educação, após parecer favorável do Conselho da Ordem, conforme Decreto nº 4.797, de 2003, modificador do Decreto nº 38.162 de 1955, que criou a condecoração.

Uma das agraciadas na premiação foi a presidente do Instituto Ayrton Senna, Viviane Senna. “De todas as oportunidades que você pode dar a alguém, se você não der educação, você garante a sobrevivência da pessoa, mas não o desenvolvimento dela. Isso é o que nos une aqui hoje. Todos nós acreditamos que a educação é o único caminho que desenvolve, de fato, potenciais, capacidades, habilidades e pessoas capazes de construir o país”, discursou em nome dos demais agraciados.

O ministro da Educação é o presidente do Conselho da Ordem, que também é integrado pelos presidentes do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e do Conselho Nacional de Educação (CNE).

Confira aqui o decreto e a lista de personalidades homenageadas

Fonte: Comunicação – Universidade São Francisco (USF) – Fotos: André Nery/MEC

Comunicação CRUB
(61) 3349-9010

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful