Go to Top
  • Nenhum produto no carrinho.

UFMG vai desenvolver políticas para formação de professores da educação básica

Comissão designada com essa finalidade foi instalada na última sexta-feira

Na última sexta-feira, 11, foram iniciadas oficialmente as atividades da Comissão para Discussão e Elaboração das Políticas de Formação Inicial e Continuada de Professores da Educação Básica (Comfic), que terá como atribuição receber as demandas das redes de educação básica e propor estratégias para atendê-las. A Comissão foi instituída por meio de portaria assinada pela reitora Sandra Regina Goulart Almeida

“Historicamente, foi-se constituindo um abismo entre a educação básica e a universidade pública”, avalia a professora Claudia Mayorga, pró-reitora de Extensão. “Uma iniciativa como a Comfic certamente colabora para reduzir esse abismo e garantir a educação como um direito humano”, complementa.

Como explica a pró-reitora, à Comissão cabe formular políticas para a formação de professores na sua dimensão inicial, com foco nos cursos de licenciatura, e continuada, caso das pós-graduações e das especializações.

“No caso da graduação, a Comfic será mais uma instância para articular e estabelecer diálogos entre os diferentes cursos de licenciatura da UFMG”, afirma a professora Benigna Oliveira, pró-reitora de Graduação da Universidade. “Não só internamente, mas também entre esses cursos e as redes da educação básica – municipal, estadual e a EBAP [Escola de Educação Básica e Profissional]. São espaços muito importantes para a formação dos nossos estudantes”, explica.

Além de sua interlocução com as licenciaturas, a Comissão também ficará encarregada de avaliar o potencial dos projetos de extensão na melhoria do ensino básico. “A UFMG tem 627 cursos de extensão ativos”, conta Claudia Mayorga. “Desses, 169 são da área de educação, um dos campos temáticos da extensão. Esse é um setor que precisa ganhar força e maior expressão”, defende a pró-reitora.

Representação
Regulamentada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) em maio de 2019, a Comfic funciona como órgão de consulta para as câmaras de graduação e extensão, oferecendo assessoria técnica para as decisões e posicionamentos da Universidade. Por isso, tem entre seus membros um representante da Prograd e outro da Proex, além de professores, servidores técnico-administrativos e um representante do corpo discente.

Para manter um diálogo permanente com as redes municipal, estadual e federal de educação, a Comissão também reúne representantes das secretarias de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE-MG), Municipal de Educação e do Centro Pedagógico.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful