Go to Top

Censo Escolar: Pesquisa revela aumento de escolaridade dos docentes

Uma das metas do Plano Nacional de Educação (PNE) é que, até o final da sua vigência, 50% dos professores da educação básica tenham formação em nível de pós-graduação

O Censo Escolar da Educação Básica 2020 apresenta um crescimento no percentual de docentes com graduação e pós-graduação. No comparativo entre 2016 e 2020 houve um aumento de 34,6% para 43,4% no número de professores com pós-graduação. Essa elevação faz parte de uma das metas do Plano Nacional de Educação (PNE), que visa a aumentar o percentual de professores com pós-graduação e educação continuada para 50%. O resultado tem sido positivo, tendo em vista que na formação continuada o percentual também aumentou, partindo de 33,3%, em 2016, para 39,9%, em 2020. Com relação a formação a nível de graduação, a pesquisa também revela um aumento em todas as etapas de ensino (infantil, fundamental e médio).

De acordo com os dados do Censo Escolar 2020, o ensino médio é o que revela o maior percentual de docentes com nível superior completo. Dos 505.782 professores que atuaram nessa etapa em 2020, 97,1% têm graduação, onde 89,6% é formado em licenciatura e 7,4% em bacharelado. Apenas 2,9% possuem formação de nível médio ou inferior.

Entre os docentes que atuam nos anos iniciais do ensino fundamental, 85,3% têm graduação. Já nos anos finais, dos 753 mil docentes cadastrados, 91,8% possuem nível superior. Nesta etapa, houve um aumento de 6,6% de professores com formação superior em licenciatura, no período de 2016 a 2020.

No ensino infantil, dos 593 mil docentes que atuaram em 2020, 79,1% possuem graduação. Nessa etapa, o crescimento no percentual de docentes com nível superior completo foi gradual, partindo de 64,1%, em 2016, para 76,5%, em 2020. Atualmente, o percentual de professores com curso de ensino médio normal ou magistério é de 14,3%.

Adequação da formação docente – Esse indicador classifica o docente de acordo com a adequação de sua formação a cada disciplina que leciona na educação básica. Em 2020, o censo revelou que a disciplina de língua estrangeira teve o pior índice nos anos finais do ensino fundamental, onde apenas 39,5% das turmas foram ministradas por professores com formação adequada na disciplina. A disciplina de Educação Física teve o melhor resultado, com 72,2% das turmas atendidas por docentes com formação na área ministrada nos anos finais.

Já no ensino médio, o pior resultado é observado para a disciplina de sociologia, em que apenas 36,3% das turmas são ministradas por professores com a formação adequada. Os melhores resultados do indicador de adequação da formação docente são observados para as disciplinas de língua portuguesa, educação física, biologia, matemática, história e geografia, com percentuais acima de 75%.

O percentual de disciplinas ministradas por professores com formação adequada no ensino médio, para cada município brasileiro, demonstra que parte da região Centro-Oeste e da região Nordeste apresenta um desempenho ruim nesse indicador. Os menores percentuais foram observados nos estados de Mato Grosso e Bahia, enquanto Amapá, Rio Grande do Norte e Distrito Federal se destacaram positivamente.

Censo Escolar – Coordenado pelo Inep e realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação e com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país, o Censo Escolar é o principal instrumento de coleta de informações da educação básica e a mais importante pesquisa estatística educacional brasileira. Os dados coletados resultam em uma série histórica de informações, permitindo a geração de indicadores que representam a situação dos alunos e professores nas salas de aulas do Brasil.

O Inep divulgou o resultado da primeira etapa do Censo Escolar 2020, no dia 29 de janeiro de 2021. Ressalta-se que a data de referência da pesquisa, tradicionalmente indicada pela última quarta-feira do mês de maio, foi antecipada para o dia 11 de março de 2020 (conforme Portaria Inep nº 357, de 22 de maio de 2020), que marca o momento imediatamente anterior à interrupção das aulas. Assim, as informações do Censo Escolar 2020 retratam a situação das escolas no momento imediatamente anterior à pandemia. O período de preenchimento das informações referentes à segunda etapa (Situação do Aluno) está aberto no sistema Educacenso até o dia 7 de abril. A divulgação dos resultados finais está prevista para 2 de junho.

Confira os Indicadores Educacionais

Resumo Técnico do Censo Escolar 2020

Fonte:  Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações do Inep

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful