Go to Top
  • Nenhum produto no carrinho.

Unoeste – Jovens contam experiência de ingressar na universidade

Psicologia ou Direito? Engenharia ou Computação? Decidir qual carreira seguir não é fácil, por isso, pesquisar sobre a área pretendida e conhecer pessoas que se realizaram com a escolha que fizeram são alguns caminhos que contribuem neste momento. Gustavo Dillio Leitão e Amanda Moreira Bétio têm várias coisas em comum: ambos têm 19 anos, estão no 3º termo da graduação na Unoeste, e são extremamente felizes com o curso e a instituição que estudam. Apesar das coincidências, ele escolheu Sistemas de Informação; ela, Engenharia Civil. A satisfação dos jovens não é para menos, afinal, eles estão em uma das 5 melhores universidades do Brasil, com base em dados do IGC/MEC. Se assim como eles você também quer ingressar no ensino superior e transformar seu futuro, agora é a sua vez!

Amanda, que é de Santo Expedito (SP), conta que ingressar na Engenharia Civil foi um grande passo para a realização de um sonho. “Eu sempre estive nesse meio da construção civil, pois meu pai é mestre de obras. No começo eu tive minhas inseguranças sobre o curso, se ia me dar bem ou não, mas hoje eu tenho a certeza de que estou fazendo o que realmente gosto, e dedico todo meu tempo aos estudos. Um ótimo curso, com professores excelentes”. A estrutura da graduação, segundo a estudante, é outro grande diferencial. “A Unoeste tem uma ótima estrutura, que nos dá oportunidade e acesso ao conhecimento com uma grande rede de bibliotecas, laboratórios equipados, um ótimo atendimento aos alunos e salas de estudos”, pontua a Amanda, que além de ser representante de turma também está engajada em projetos de pesquisa científica, aproveitando tudo o que a universidade oferece.

A área da computação sempre interessou Gustavo, mas foi durante o curso técnico em informática que ele teve realmente certeza da profissão que queria seguir, então escolheu a Unoeste para estudar em um dos melhores cursos do Brasil: Sistemas de Informação, da Faculdade de Informática de Presidente Prudente (Fipp), que possui conceito máximo 5 pelo MEC. “É de extrema qualidade, com docentes mais do que capacitados, estrutura excelente, laboratórios equipados, e não me arrependo nem um pouco da minha decisão, muito pelo contrário, hoje eu não consigo pensar em nenhuma outra escolha melhor que pudesse ter feito”, afirma o estudante, que mora no distrito prudentino de Ameliópolis.

Recentemente, Gustavo entrou como Jovem Aprendiz na Fipp para desempenhar o papel de monitor, auxiliando os alunos com dúvidas em matérias que ele já estudou. “A experiência que estou adquirindo como aluno e monitor está sendo incrível, isso me motiva a cada vez mais buscar novos conhecimentos”, finaliza.

Fonte: Assessoria de Imprensa Unoeste – Foto: Mariana Tavares

Comunicação CRUB
(61) 3349-9010

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful