Inep seleciona consultores em avaliações educacionais

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) abriu processos seletivos para a contratação de consultorias especializadas em avaliação da educação e em políticas voltadas às avaliações. O Instituto publicou três editais que contemplam, ao todo, quatro vagas de diferentes perfis. Os especialistas selecionados serão responsáveis por prestar suporte no desenvolvimento de estudos que subsidiem o aprimoramento de avaliações e indicadores da educação básica.

Os interessados deverão enviar o currículo até o dia 10 de abril, para o e-mail presidencia.gabinete@inep.gov.br, indicando o número do edital e o perfil da vaga para qual deseja concorrer. Os editais estão disponíveis nos portais do Inep e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

Confira os perfis buscados nos processos seletivos em andamento:

Perfil 1 – Consultor em avaliação da educação básica, para auxiliar o Instituto na formulação de processos avaliativos baseados em diagnósticos, estudos comparativos e novas metodologias, tendo experiências internacionais como referência.

Nº de vagas: 1.

Qualificação educacional obrigatória: Mestrado na área de ciências humanas ou exatas.

Experiência profissional obrigatória: Mínimo de três anos em políticas educacionais voltadas para educação básica. 

Habilidades e competências obrigatórias: Leitura em inglês. 

Perfil 2 – Especialistas em avaliação da educação básica, para prestar suporte ao Inep na elaboração de estudos sobre a experiência dos Estados Unidos em avaliações de larga escala, abordando, também, aspectos da relação do país com os entes federados. 

Nº de vagas: 2.

Qualificação educacional obrigatória: Mestrado na área de ciências humanas ou exatas.

Experiência profissional obrigatória: Mínimo de três anos em políticas educacionais voltadas para educação básica.

Habilidades e competências obrigatórias: Leitura em inglês. 

Perfil 3 – Consultor em políticas de avaliação da educação, para o desenvolvimento de estudos diagnósticos e propositivos acerca do aprimoramento de indicadores e metas da educação básica, em alinhamento ao Plano Nacional de Educação (PNE). 

Nº de vagas: 1.

Qualificação educacional obrigatória: Mestrado na área de ciências humanas ou exatas; conhecimento de técnicas estatísticas aplicadas a dados educacionais e sobre cálculo e estimativa de indicadores educacionais. 

Experiência profissional obrigatória: Mínimo de oito anos em avaliação educacional.